Links:                         
Curiosidades
Coluna do PX:
Um Abraço do Amigo:
Causos:
Imagens do meu Paraná:
Humor:
O que há de novo:
Transportes pelo mundo
Caminhões da História
Informações
Telefones Úteis:
Tarifas de Pedágios:
Saúde
usuário
senha
 Eles desconhecem os caminhões cegonha

Em diferentes partes da Ásia é comum dar-se um jeito para qualquer coisa. Inclusive para transportar carros e caminhões. Nas fotos a seguir temos um pequeno exemplo dessa criatividade principalmente em países como Índia e Paquistão, onde a fiscalização de segurança é menos rigorosa que no ocidente, o que importa é levar sua carga.
Agora um bom exemplo de quando não tem jeito, então que vai de qualquer jeito. Na foto acima o cidadão conseguiu colocar um caro dentro do furgão, é claro que deve ter riscado um “pouquinho”. Já na outra foto, quem sofre mesmo é o burro. Não, não os de cima, mas sim aquele que está puxando a carroça.
Na foto acima e abaixo à esquerda, vemos um caminhão que leva um outro caminhão e este por sua vez, leva um carro de passeio. Com certeza se procurarmos encontraremos uma moto ou uma bicicleta dentro do carro de passeio.



 Maneiras criativas de transporte de materiais para reciclagem

Este mês destacaremos o pessoal que gosta de reciclagem. Segundo estimativas, o Brasil é um dos paises que mais recicla, (mais por necessidades sociais do que por cultura), há um batalhão de pessoas nas grandes cidades que vivem de recolher materiais que possam vir a ser matéria prima de outros produtos, geralmente embalagens, para a venda e posterior sustento de suas famílias.
Esse tipo de cena já nos é comum, mas não estamos muito distantes dos asiáticos, pois lá também a necessidade da sobrevivência faz com que milhares de pessoas sobrevivem desse tipo de serviço. O que sem dúvida, é um trabalho de grande alcance, além de social, também ambiental, pois retirar todo esse material que polui a natureza torna nosso mundo um pouquinho melhor habitável. Coisa pouco reconhecida, principalmente pelas indústrias que “jogam” diariamente milhões dessas embalagens na natureza. Pensamos que esse pessoal que vive de recolher os materiais recicláveis, deveriam receber algum tipo de incentivo das indústrias, que tanto poluem e nada faz para reparar esses estragos



 Asiáticos não respeitam excesso de cargas



 Transportes pelo Mundo

Já os rapazes aí estão “dando” um giro para pegar umas gatas

Vai uma caroninha aí... Prá quem gosta de pegar rabeira é um

E agora o mais revolucionário meio de transporte de toras. B
 A Índia é destaque em nossa coluna deste mês
 Curiosidades do mundo do carreteiro

Na edição anterior publicamos um caminhão na Austrália com 4 carretas, o que causou certa desconfiança por parte de alguns leitores achando que era montagem de foto. Avisamos esses leitores que o que é estranho na Austrália é ver em rodovias, caminhões com menos de 3 carretas, sendo que é comum se ver até com 8 carretas. A fotoa esquerda mostra um caminhão com 6 carretas numa mina na África do Sul, país que também é comum os trens do asfalto.
Outra curiosidade da Austrália é quanto à necessidade de se colocar várias grades de proteção no caminhão, sendo que em algumas regiões se usa até 3 grades como vemos na foto a direita, uma para ovelhas, outra para gado e a terceira em cima protegendo o parabrisa contra os cangurus, pois além de trafegar por regiões de pastagens, também se circula por regiões selvagens com grande incidência de cangurus.
 Curiosidades do mundo do carreteiro

Nesta coluna mostra-remos algumas das mais interessantes formas de transportes sobre rodas pelo mundo afora.
Em nossa primeira edição, temos os famosos trens do asfalto da Austrália, onde é comum encontrar caminhões com quatro carrocerias. O que no Brasil é o bi-trem com duas carrocerias, na Austrália o mais comum são os tetra-trem, caminhões com quatro carrocerias.
Outro costume interessante é na Ásia onde a quantidade de frangos transportados de uma única vez é quase o dobro da brasileira, isso no mesmo espaço que nos caminhões aqui no Brasil, fazendo com cer-teza, que os frangos cheguem ao matadouro muito mais estressado.
Já na Coréia do Sul, também na Ásia, os caminhões cegonhas são quase totalmente fechados, bem diferentes dos modelos brasileiros onde os prórpios caminhões servem de "out door" ambulantes